terça-feira

Solto o Meu Cavalo

Solto o meu cavalo nas areias da praia, livre
de narinas frementes, cheirando o sal 
a maresia.
O mar enrola a sua crina, parecendo  manto de viúva , aberto à inclemência da intempérie, como asas de um anjo negro, alado, que ganha vida , no azul intenso deste mar .
Solto o meu cavalo aos segredos do mar, aos seus caprichos e ele revolteia feliz, girando sobre si mesmo , como se dançasse em comunhão com as ondas que enchem de espuma o seu pêlo sedoso e negro , como manto de veludo , ornamentando as vestes de um rei .
Solto o meu cavalo na rebeldia da mãe natureza , que o abraça num amplexo de espuma e sal e em conjunto entrelaçam coragem , vigor , força e determinação , solto o meu cavalo e solto com ele vai a minha ilusão.

4 comentários:

Val disse...

Boa noite Gonçalo!Belo texto,querido.Lindo ele solto e na rebeldia da natureza.Com um conjunto de coragem,força,vigor e determinação.Estou apreciar seu cavalo , sou uma admiradora desse animal lindo e encantador.Os cavalos são animais valorizados pela sua força e beleza.Beijos com carinho!!!

ZININHA disse...

OI GONÇALO, COMO VI QUE A POETIZA QUE VOTOU NÃO ESTÁ NA FINAL, VIM PEDIR SEU VOTO...QUEM SABE GOSTE DA MINHA POESIA???
FICA O CONVITE PARA PASSAR NO MEU BLOG E APRECIAR...
FIQUE EM PAZ CASO NÃO TE APETEÇA...OK???
UM ABRAÇO...BOA NOITE...

sandrinha disse...

Aí até parece que me vi galopando em cima de um lindo cavalo a beira mar...me sentindo em total liberdade..cabelos ao vento..e coração na mão fazendo tum tum...pois morro de medo de galopar!eheh!mais de viver não...vim te deixar um abraço...apreciar este lindo poema...e perguntar de novo onde está vc?some eu já fico preocupada!eheh!fica com Deus!

Zilani Célia disse...

OI GONÇALO!
LINDO TEXTO, TENDO O CAVALO, QUE ALIÁS, PARA MIM É SINÔNIMO, DE FORÇA E BELEZA, COMO ELO, ENTRE A INSPIRAÇÃO E A REPRESENTAÇÃO DE TEU POEMA.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

imagem