sexta-feira

O Peso da Rosa

Se pegarmos numa simples rosa , quanto será que ela pesa? Cinco ou dez gramas? Parece leve de facto , mas o seu peso real tem a ver directamente com o tempo que passarmos com ela erguida na mão . Se a mantivermos dois ou três minutos na mão, nem vamos dar pelo seu peso . Se a tivermos por uma hora , a mão que a segura vai começar a doer , mas se a tivermos na mão ao longo de todo um dia , essa dor irá estender-se ao braço , às costas , causando um desconforto generalizado em todo o corpo . Será sempre a mesma rosa , mas é o tempo que passo com ela na mão , que irá determinar a forma como sinto o seu peso . E isso acontece em relação aos nossos problemas e até ao nosso trabalho . Se carregarmos com eles o tempo todo , sem pausas , chegará uma hora em que o seu peso será demasiado para as nossas forças. O que devemos fazer , é deixar os problemas de lado e o trabalho também , pelo tempo suficiente para um repouso . Para refazermos as nossas energias. E só assim no dia seguinte teremos forças para retomar o peso . Então quando ao final do dia , o trabalho termina , deixemos que fique do lado de fora da nossa casa e do nosso descanso . O mesmo se deve fazer com problemas , stress e confusão . Não devemos levar nada disso para casa . Basta que no dia seguinte reencontremos de novo tudo isso . A vida é curta demais para a subjugarmos a um peso constante .

quarta-feira

Dizendo e Sentindo


Digo aquilo que penso , para além das vontades alheias, do verniz social , de doutrinas aprendidas . Porque aquilo que eu penso é um pouco de mim mesmo , pedaços da minha alma , do meu sentir , da minha vontade , pois dizer o que não penso , o que não sinto , seria lançar aos outros , ocas bolas de sabão . Digo aquilo que penso , sem ligar a horas , a ocasiões , porque sempre é ocasião de se dizer sinceramente o que se pensa. Não me escondo atrás das moitas da indiferença , nem atrás da cobardia do sorriso forçado , do assentimento medroso , da concordância fútil . Digo aquilo que penso , porque aquilo que penso , é aquilo que sou , é a minha bandeira , a minha lei , a minha contribuição para o mundo onde nasci . Quem vive plagiando os outros , dizendo o que ouviu dizer , comete o erro grave de não servir para nada , de não enriquecer em nada o mundo que os acolheu . A única espécie que conheço que repete e com graça , tudo aquilo que ouvem , são os papagaios . E esses sim , enfeitam a nossa vida , com as suas cores bonitas e as suas palavras imitadas . Mas eu nasci com poder de decisão , com livre arbítrio , e tenho a obrigação de pensar e sentir por mim mesmo . Ninguém sente as emoções da mesma forma , mesmo que vivendo emoções idênticas , cada ser humano sente-as com tonalidades muito suas . E isso faz com que nenhum de nós tenha exactamente a mesma opinião sobre factos idênticos . E não estamos aqui para plagiar sentimentos alheios , nem para vivermos à sombra de ideias de terceiros . E pior ainda , quando esses plágios acontecem , porque ou não se sabe sentir ou se tem medo de que os sentimentos expostos fujam à mediania que é padrão .  Vejo tanta gente ser hipócrita por medo de perder "amigos" que chego a pensar , que muitas pessoas não têm vontade , nem opinião própria . Sempre aprendi que estamos aqui para deixarmos a nossa marca , porque quem caminha sobre os passos alheios , não deixa nada de si a ninguém .


segunda-feira

Horrível Pobreza de Valores



Como diz o personagem interpretado pelo meu Amigo Miguel , eu também tenho horror a pobres .
Mas não a pobres pelo lado financeiro , isso não , por esses eu tenho a maior admiração .
Tenho horror o pobres de coração , a pobres de carácter , a pobres de amor , a pobres de amizade , a todos aqueles que são pobres da maior riqueza que qualquer ser humano pode ter , sentimentos .
E cada vez há mais pobres de valores , mais pobres de compaixão , de carinho...
Vivemos num mundo que se tornou estéril e pobre de emoções sentidas e verdadeiras .
Vivemos num mundo onde impera a pobreza moral , a pobreza de costumes , a pobreza de ideias e de mentalidades .
Um mundo pobre de ideais , que gera pessoas pobres de esperança , de luta , de doação .
E desta pobreza cada vez mais generalizada , eu tenho um imenso e profundo horror .


Gonçalo Nuno de Assis

sexta-feira

Doação

Dou de mim o que de melhor trago na bagagem da minha vida

Escondo as minhas lágrimas para dar sorrisos

esqueço o meu medo para dar coragem

esqueço a minha dor para oferecer alegria

escondo as minhas dúvidas para dar certezas .

Saio do escuro onde fico

e transformo-me em luz para iluminar

em abraço para acarinhar

em mão para amparar

em sorriso para alegrar .

Dou de mim o melhor que de mim brota

dou o apoio que quis ter

o amor que idealizei

abro o caminho que não tive

e realizo sonhos

que deixei morrer

Dou-me por inteiro

entrego-me

faço de mim uma dádiva

uma oferta de ternura

de paz

e quem na vida me recusou

me mandou embora

quem na vida não me entendeu

é porque na verdade

apesar de tudo o que dei

bem no fundo nunca me conheceu

e acreditem

Não fui eu quem perdeu .

quinta-feira

Decepção é...

Confia-se por mero acaso , quando o gesto parece real

e fica retida a palavra , a verdade

que conhecida , encarada

só nos faz mal .

Confia-se nos sorrisos

nos abraços de ocasião

nas mentiras camufladas

que nos cegam o coração .

Confia-se no olhar que parece sincero

na luz da alma que parece transparecer

e acreditamos que o negro anoitecer

é um belo dia a nascer .

Mas um dia morre a fantasia

apaga-se a luz da emoção

e a verdade aparece

fria , pura constatação .

E fica a lágrima presa

no sonho que um dia acreditou

mas apontem-me um só sequer

que na vida não se enganou...


A Verdadeira Páscoa

E estamos de novo na época da Páscoa . E de novo surgem em todos os locais imagens de um Cristo crucificado , como se a cada Páscoa se relembrasse essa morte e de certa forma a comemorássemos . Se eu perguntar aos meus leitores o que é a Páscoa , uns irão responder que é uma festa com ovos de chocolate e amêndoas e os mais católicos irão responder que se trata de uma festa Cristã , onde se relembra a crucificação de Cristo . E a crença está tão entranhada que nem os motores de pesquisa da net nos mostram a verdadeira e antiquíssima Páscoa . A verdadeira Páscoa não tem nada a ver com coelhinhos e ovos e também não tem nada a ver com Cristo . A Páscoa é uma festa com raízes muito antigas , uma festa da cultura Judaica , e que nasceu no seio do Povo Hebreu , na época de Moisés, e que até os dias de hoje comemora a saída do povo de Israel do Egipto . Então e com a aprovação da Igreja , durante centenas de anos , associa-se a Cristo uma data que na verdade nada tem a ver com ele . Cristo também comemorava a Páscoa , porque caso não se recordem , Cristo também era Judeu . Se os leitores se derem ao trabalho de consultar a bíblia irão ler que , no dia da Crucificação de Cristo , se comemorava a Páscoa entre os Judeus . Sendo que Cristo , na sua tão falada ultima Ceia , estaria certamente a festejar o início dessa mesma Páscoa . Ora se Jesus foi crucificado no dia em que os Judeus celebravam a Páscoa , certamente eles não estavam a festejar a morte e crucificação de quem nem sequer ainda tinha morrido . Por isso a Páscoa da forma como é festejada é uma mentira , um mito . A Páscoa nada tem a ver com a morte de Cristo , muito antes de ele nascer , já a Páscoa era celebrada . Cristo apenas foi crucificado na época da Páscoa , só isso e lamento que se celebrem actos de fé sobre mentiras . A Igreja aproveitou o facto de Cristo ter sido crucificado na época da Páscoa , para se apropriar dessa festa , dando-lhe um cunho que ela não tem , nem nunca teve . E também em abono da verdade , para uma Igreja que está cimentada sobre a imagem de Cristo , seria um contra-senso festejar a sua morte . Afinal a morte de Cristo foi uma perda para a humanidade , não um motivo para festas . E muito menos encher a cabeça dos Cristãos com a ressurreição de Cristo . Cristo era um homem , vivia como um homem , tinha corpo humano e como qualquer homem , ser-lhe-ia impossível ressuscitar . E muito menos subir ao Céu em corpo e alma , num carro de fogo . Cristo foi um profeta , alguém que tinha a capacidade de entender o amor de Deus e a capacidade de o ensinar . Alguém que sabia amar os outros e queria um mundo melhor , não foi um Deus , nem um super homem , foi uma pessoa exemplar e pacífica , que a humanidade mesquinha não aceitou e matou . Então que não cubram agora o erro , dizendo que a morte afinal até foi vontade de Deus e que afinal não fez mal , ele ressuscitou logo ao fim de 3 dias . Isso é pior que inventar contos de fadas para adultos . Aceitemos de uma vez que Cristo morreu , foi assassinado e que nada se aprendeu com a vida dele . E sejamos coerentes , para que ao menos não se festeje a morte violenta de alguém . É no mínimo macabro . Qual dos leitores festeja o dia da morte de um filho , de um pai ou de um irmão ? Ninguém festeja , então a morte de Cristo pode ser lembrada , mas manda o bom senso que não seja festejada . E que nunca mais se associe a Páscoa a Cristo , a Páscoa é uma festa do Povo de Israel e nada tem a ver com Cristo.

imagem