domingo

O Erro do Excesso

Passamos metade da nossa vida desperdiçando-a , perdendo as nossas horas , criando pequenos dramas , vendo passar a vida ao lado , sofremos por coisas que queremos e que graças a Deus que nunca aconteceram , jogamos fora sentimentos , amando quem não nos ama e querendo quem não nos quer . Esquecemos a verdade , optamos pela mentira para nos furtarmos às consequências que adviriam de confessarmos a verdade . Há uma época na nossa vida em que tudo fazemos em excesso , amamos demais , choramos demais , queremos demais , e tudo o que é demais é prejudicial . Durante a minha vida os maiores erros que cometi , foram exactamente ter amado demais , ter gastado horas preciosas a chorar demais , chorar demais por quem não merecia e amar demais quem tinha incapacidade absoluta de amar .
E como tudo na vida acabei pagando por cada erro cometido , porque sempre existem consequencias , e ganhei cada vez que perdi certas pessoas , porque nesses casos a perda foi um ganho na minha vida , porque há coisas que na verdade não têm explicação , não posso enumerar tudo o que ganhei , mas a verdade é que essas perdas me deram uma sabedoria que me enriqueceu .
Mesmo que as pessoas que um dia perdemos não sintam a nossa falta , sabemos que um dia seremos nós a não sentir mais a sua falta . E por muito negros que certos momentos nos pareçam , quero deixar a quem sofre por um amor errado , a certeza de que por muito que pareça que não , um dia a saudade passa, o amor passa , a dor passa , a solidão passa e de certeza que aquilo que virá será muito melhor do que aquilo que se foi .

sábado

A Ordem Divina

O pior de todos os tribunais é a nossa consciência , que não nos isola num espaço fechado , à semelhança da justiça do homem , mas nos deixa a alma enclausurada num profundo remorso .
O homem que é incapaz de ouvir a sua própria consciência é uma espécie de fera capaz das piores atrocidades . Essas pessoas vivem numa escuridão constante , numa amargura profunda que nenhuma atrocidade acalma , porque os seus corações gelam , enclausurados numa sombra onde a luz Divina não entra . Essas pessoas ficam isoladas , num mundo de trevas que elas mesmo criam , num inferno interior que nada alivia . A desilusão é o fruto colhido , por quem no seu vão e tolo egoísmo se esquece de que a vida foi feita para nos darmos aos outros e dando , recebendo aquilo que nos oferecem também . E é esse distanciamento da luz , que amofina o nosso corpo e o reduz a algo corroído , como uma planta que envolta na escuridão acaba por morrer , carente de seiva forte que lhe mantenha a vida e a beleza . E assim o corpo sofre a penalização por aquilo que a sua alma não foi capaz de fazer . E isso é da mais elementar justiça , só colhe trigo quem semeia trigo , só colhe luz quem semeia luz , só colhe amor quem na sua passagem por este mundo o semeia . Deus é amor mas também é justiça , e assim sendo é natural que cada um de nós receba os prémios e os castigos consoante o somatório dos nossos actos e gestos .


imagem