quinta-feira


Um arqueiro passou próximo de um Mosteiro Hindu , muito conhecido pela sua rigidez de valores e pela sua intolerância aos erros ,pela sua disciplina , quando viu os monges reunidos no jardim , bebendo e divertindo-se.
"Como são cínicos estes monges" comentou o arqueiro , " falam tanto em disciplina e fazem festins destes às escondidas. "
O monge mais velho ouviu-o e perguntou: - Se o senhor atirar cem flechas seguidas com o seu arco , o que acontecerá?
Isso seria impossível , respondeu o arqueiro , o arco de certeza iria quebrar-se .
Então , respondeu o velho monge , nunca se esqueça que se alguém se esforçar além dos próprios limites também quebrará a sua vontade , quem não equilibra trabalho com descanso , responsabilidade com leveza e disciplina com prazer , perde o entusiasmo , esgota a energia e não chegará muito longe na sua caminhada.
Para o Mestre Michael com um abraço ...

2 comentários:

Fatima disse...

O que seria do dia sem a noite, do sol sem a chuva? Não dariamos valor aos sorrisos se não houvesse as lagrimas... O doce e o salgado... Todos precisamos de equilibrio. Só assim podemos dar o melhor de nós.
Beijo com carinho

Val disse...

Boa noite Gonçalo!!!Belíssima mensagem, querido! Exalta de forma clara e simples a importância do equilibrio.
E deixa claro que se não o temos não podemos alcançar lugar algum.Enfim;Equilibrio. Bom senso.
Tudo na vida deve ser na medida certa.
Nem tanto ao trabalho, nem tanto ao ócio.
Ambos são fundamentais.
Um não é sem o outro.
Beijos com carinho

imagem