sábado

Pacto entre a minha língua e o meu coração

O meu coração e a minha língua fizeram um pacto, Quando o meu coração esta perturbado, a minha língua fica em silêncio.
As palavras sempre traduzem sentimentos e os sentimentos apoiam-se em ideias.
Quando os nossos sentimentos estão conturbados é impossível dominarmos as nossas palavras, e só podemos conter a fúria , com a força superior da nossa vontade.
Quando um coração está em fúria , saem palavras violentas , que ferem, e quando se deixa que o coração domine, surgirão frases e atitudes que magoam os outros.
Por isso opto por me calar quando o meu coração está ferido, porque se falar de certeza me arrependerei do que disser, quanto mais não seja do modo que o disser ou até do momento em que o disser.
O coração geralmente já não é um bom conselheiro, muito pior será quando se sentir ferido e incapaz de se dominar a si mesmo.

1 comentário:

Val disse...

Boa noite Gonçalo!!! Principalmente quando falar significa expor aquilo que guardamos com tanto afinco.
algumas vezes falar implica em colocar para afora algo que nos aflige ou que nos pertuba. Colocar o sentimento para fora e se deixar levar pela emoção, ou não, quando isto é feito.Enfim,há momentos que temos fazer o pacto da lingua eo coração,para não magoar ninguém.
Beijos com carinho

imagem