segunda-feira

NÃO CUSTA

Não custa nada e há coisas tão pequeninas que podem mudar em tanto a nossa vida.
Não custa nada reclamar quando estamos perante uma injustiça... calar é compactuar.
Não custa nada conversar em vez de discutir... agressões verbais não geram entendimento.
Não custa nada ser mais cívico e não destruir propriedade publica...destruir o que é de todos , só nos deixa mais pobres.
Não custa nada desligar o telemóvel, (celular) em cinemas , restaurantes, hospitais... não incomodar os outros não custa nada e é um dever. Se precisar muito mantê-lo ligado ao menos tire o som...
Não custa nada dar sangue , nem que seja apenas uma vez por ano ... dar sangue é dar aos outros um pouco da nossa vida para salvar outras vidas.
Não custa nada ter mais paciência no transito... apitar e gritar só ajuda a aumentar o caos.
Não custa nada resolver um assunto de cabeça fria... a quente somos todos passionais e só vemos o nosso lado.
Não custa nada proteger os recursos naturais , os rios , os mares , a floresta... destrui-los é destruir a nossa vida.
Não custa nada devolver o que pedimos emprestado... apropriarmo-nos do que nos foi emprestado de boa fé, é um acto indigno.
Não custa nada ser simpático... a truculência nada resolve.
Não custa nada recusarmo-nos a pagar preços abusivos... procurar um preço justo ajuda a todos.
Não custa nada confiar mais nos outros , ainda que com algum cuidado... quem vive desconfiado , será um ser solitário e amargo.
Não custa nada dar educação e bons exemplos às crianças... eles são os adultos do nosso futuro.

1 comentário:

Val disse...

Belo seu texto!!!Sim,Gonçalo não custa mostrar a nossa educação e com atitudes civilizadas, sermos mais gentis.fazer desse mundo um lugar mais agradável para se conviver.Enfim, pegarei sua ultima frase as crianças são os adultos do nosso futuro.Se as crianças são o futuro, nós somos o presente.O exemplo tem começar por nós os adultos do presente.
Beijos com carinho

imagem