sexta-feira

Jardim

Um certo homem passou todo o Outono a preparar e a semear o seu jardim.
Ele queria ter o jardim mais belo e por isso trabalhou duramente.
Quando veio a Primavera o jardim floriu resplandecente de odores e cores, mas entre as plantas semeadas com amor , apareceram outras , agrestes, silvestres, que ele não havia plantado e que invadiam alguns canteiros.
Aborrecido ele arrancou essas flores campestres e bravias , mas elas já tinham soltado sementes e de novo voltaram a nascer.

Ainda mais zangado , ele procurou um produto tóxico que combatesse as persistentes plantas, mas um técnico em herbicidas explicou-lhe que se ele usasse algum produto para exterminar essas plantas bravias, acabaria matando as outras também e destruiria o jardim.
Entristecido foi procurar um velho jardineiro e pediu-lhe conselho.
O jardineiro disse que um jardim é semelhante à nossa vida , que junto com flores belíssimas , surgem outras inesperadas e indesejadas.
E tanto na vida , como no caso deste jardim , nada há a fazer.
Porque mesmo sendo flores que não semeamos e não desejamos , nascem porque preparamos e adubamos o solo para elas nascerem e a partir dai , desejadas ou não , fazem parte do nosso jardim.

1 comentário:

Val disse...

Boa noite Gonçalo!!!Concordo plenamente com tudo que você escreveu e com o que quiseste dizer.Gonçalo !!!Teu jardim é um local onde as flores tão belas nos convidam a vir cheirar o seu perfume.De sentir o aroma do teu jardim de afetos.Só precisa tomar cuidado para não sugar todo o seu jardim, ...
Enfim:Cabe a nós observarmos tudo com a sabedoria do jardineiro, um jardineiro de emoções!
Beijos com carinho

imagem