terça-feira

As diferentes formas de amar

Quando o amor ainda tem o odor do desejo
e a chama do instinto primitivo
nós dizemos que é paixão.
Quando o amor é feito de afinidade
cumplicidade, muito carinho
e poucas cobranças
nós dizemos que é amizade.
Quando nos sentimos inseguros perante o outro
quando pensamos que vamos perder
ou que podemos perder
chamamos ciume.
Quando não podendo realizar esse amor
o deixamos partir
chamamos renuncia.
Quando o amor ainda não se mostra
e se fecha num cantinho
para não ser descoberto
nós achamos que é egoísmo.
Quando o amor se abre em flor
e é luz nos corações tocados por Deus
sendo entregue a quem dele necessita
nós chamamos caridade.
Quando somos traídos
nasce o ódio
mas o ódio nada mais é
que a ausência momentânea de amor.
O amor não existe só na vertente homem/mulher
reflecte-se em todos os actos
e temos que aprender a perceber as diferentes formas
de dar e receber amor.
O amor é a força
que faz com que os homens se respeitem
com que exista alguma paz
e com que possa nascer sorrisos em vez de lágrimas.
Quando não sabemos dar
e receber as diferentes formas de amor
somos seres incompletos
com uma frieza interior terrível.
Fomos criados por amor
vivemos por amor
e nunca nos devemos furtar a dar amor,
Amar é a lei principal da vida.

2 comentários:

Val disse...

Boa noite Gonçalo!!!Com ontem não consegui colocar meu comentario,farei tudo aqui neste post.Você retrata muito bem o que é viver um grande amor..Em se tratando do amor, sempre digo que temos que ter os pés no chão e a cabeça nas estrelas, mas na companhia do outro, para que o amor seja eterno.Só o amor verdadeiro nos torna livres.
Que Deus continue a iluminá-lo.
Que seus poemas nos encante mais e mais.
Beijos com carinho

Val disse...

Boa noite Gonçalo!!!AS diferente formas de amar".Eu penso que o Amor ,seja qual for ,sendo honesto,respeitando a decisão do próximo .Mas o que vale , é ter o coração puro para amar de verdade,e ser amado !!!
Beijos com carinho

imagem