sábado

Qualidade de vida no trabalho

Para vivermos bem não devemos permitir que o problema de ontem seja o primeiro pensamento de hoje.
Pensar positivo é uma das melhores chaves para viver muito bem.


Ao chegarmos ao nosso local de trabalho devemos cumprimentar todos , olhando-os nos olhos , mesmo aqueles de que não gostamos tanto.
Ser educado traz qualidade de vida.

Devemos ligar o nosso computador sem stress, arquivar as nossas pastas criteriosamente , não atender alguém ao telefone ao mesmo tempo que se preenche um documento.
Ser metódico poupa confusões e dá qualidade de vida.

Não avalie nada nem ninguém pelas primeiras informações que lhe dão.
Procure dados que lhe permitam um ponto de vista sério , justo e correcto.
Ser justo é qualidade de vida.

Quando alguém nos aborda e pede ajuda, por mais cansados que possamos estar, nunca devemos virar as costas.
Devemos pensar que somos a esperança de quem nos procura, e que temos o dever de ajudar.
Ser atencioso é também qualidade de vida.

Não devemos pular refeições por muito urgente que nos pareça o trabalho.
Se adoecermos todas as tarefas e trabalhos urgentes terão que esperar.
Respeitar a nossa saúde é viver com qualidade de vida.

Devemos procurar ter a agenda o mais fixa possível. É extremamente chato andar a alterar horários com frequência, até porque também vai afectar as outras pessoas.
Ser pontual é ter qualidade de vida.

Numa reunião devemos divulgar as nossas ideias e pareceres sem receio.
Se alguém não gostar , pelo menos a ideia fica no ar e poderá ser repensada.
Ser activo e empenhado é qualidade de vida.


Nunca devemos prometer o que está acima das nossas forças ou capacidades só para impressionar quem nos ouve.
Se prometer e não cumprir a sua palavra perde o peso.
Falar verdade é qualidade.

O trabalho deve ficar exclusivamente no seu local próprio. Ao chegarmos a casa devemos dar-nos à família.
Amar a família é viver com qualidade.

terça-feira

Ser Forte

Ser forte é ter a coragem de amar em silêncio.
Ser forte é deixar-se amar por alguém que você não ama.
Ser forte é fingir alegria quando sente dor.
Ser forte é dissolver as lágrimas num sorriso.
Ser forte é dar coragem, quando nós mesmos precisamos dela.
Ser forte é calar, quando nos apetece gritar a nossa revolta.
Ser forte é saber semear felicidade mesmo quando a não sentimos.
Ser forte é saber esperar , mesmo quando a fé se torna débil.
Ser forte é não dizer a palavra de rancor que fica presa na garganta.
Ser forte é manter a coragem no meio da desilusão.
Ser forte é fazer alguém feliz , mesmo quando o nosso coração sangra.
Ser forte é ter fé naquilo que não é visível.
Ser forte é perdoar quem não merece perdão.
Ser forte é acreditar na vida , até para além da morte.
Devemos amar a vida por mais complicada que nos pareça.
Tenhamos fé e sejamos fortes...

domingo

Uma Criança- Para Inês com carinho

As crianças surgem-nos de diferentes tamanhos , cores , pesos e aparecem dos locais mais inusitados, correndo, gritando, pendurando-se nos cortinados, jogando à bola, fazendo a maior algazarra.
Os pais amam essas pequenas pestinhas, os amigos dos pais nem tanto, as visitas detestam-nas cordialmente, os irmãos mais velhos suportam-nas e Deus protege-as.
Ser criança é representar a liberdade no rostinho sujo, é mostrar rebeldia no cabelo emaranhado, é ser o raio de esperança com as calças caindo pela cintura...
Ser criança é ter a fome de um camelo desesperado no deserto, a digestão de um pato, é ter a energia de uma central eléctrica, é ter a curiosidade estampada nos olhitos desejosos por saber mais, é ter o feitio de um ditador em plena crise de nervos, é ter a imaginação capaz de abranger fadas e mundos fantásticos a par com a realidade, é ter também a timidez de um raio de sol, a bravura de um tigre, o entusiasmo do sonho...
Uma criança adora gelados, adora andar de carrocel, brinquedos e datas festivas como o Natal
As crianças gostam do campo, de animais , de carros. dos feriados em que não há escola.
As crianças detestam as visitas formais, detestam livros sem imagens e dias de chuva, detestam deitar cedo e a hora do banho porque é imposta.
As crianças adoram levantar-se cedo nos dias que poderiam dormir e não gostam de comer à mesa com os adultos.
No quarto de uma criança, existem sempre tesouros em que não podemos tocar, um frasco de perfume que desapareceu misteriosamente do quarto da mãe, a imagem de um herói recortada de uma revista, um monte de brinquedos que pediram para comprar e que amaram 24 horas no máximo.
Uma criança tem o dom da magia, podemos fechar-lhe a porta dos armários mas nunca a do coração.
Podemos mandar que saia do nosso quarto quando queremos descansar , mas nunca a tiramos do pensamento.
Podemos ser figuras importantes, seres autoritários, mas toda a nossa autoridade e rigidez desmorona perante uma criança e ela passa a ser a nossa prisão, a nossa quase dona...
Uma criança é uma ditadora e uma fonte de poluição sonora.
Mas quando voltamos do trabalho cansados, com os nervos destroçados, só uma criança nos pode devolver a esperança e o sorriso num passe de magica.
Basta que diga na sua vozinha mais terna, tive saudades, amo-te muito...


quinta-feira

A queda da Soberba

Conta uma velha historia que há muito tempo atrás existiu uma rã muito "tia", "dondoca"
que queria viver longe do clima frio do rigoroso inverno.
Os gansos que se preparavam para a sua migração anual, ouvindo-a , aconselharam-na a migrar com eles.
Mas o grande problema da rã é que ela não sabia voar.
- Se eu pensar , eu arranjo solução, comentou a rã, afinal tenho um cérebro muito inteligente.
E depois de pensar maduramente no assunto , pediu a dois gansos que apanhassem um ramo vigoroso de uma árvore e que pegando um de cada lado o mantivessem bem seguro.
A rã resolveu que agarraria o pau com a boca e "voaria" junta com eles.
Quando chegou o dia em que os gansos decidiram partir, dois deles seguraram o pau no bico, cada um em sua ponta e a nossa rã toda feliz , lá se pendurou no galho pela boca.
Elevaram-se a uma altura considerável, a rã estava inchada de vaidade e algum tempo depois sobrevoaram uma aldeia e os bichinhos que por lá viviam , foram todos espreitar os gansos que pareciam uma nuvem de algodão.
Olhando com atenção , repararam na rã e muito espantados , perguntaram de quem teria sido tão inteligente ideia.
A rã que ao sentir-se o centro das atenções , não cabia em si de orgulho, gritou:- A IDEIA FOI MINHA!!!!!!
A vaidade foi a morte da pobre rã , porque ao gritar, soltou a boca do galho, caiu de uma altura tremenda e morreu.
Tal como aconteceu com a pobre rã, existem momentos da nossa vida , em que o excesso de orgulho faz cair por terra projectos que tinham tudo para dar certo.
Deus , por intermédio de Jesus , ensinou uma virtude muito importante , a humildade, valor muito esquecido nos tempos que correm.
Devemos sentir felicidade pelos nossos êxitos sem nunca esquecer que são efémeros e aceitar com humildade as derrotas ou as consequências dos nossos actos.
Jamais deveremos ostentar perante os outros aquilo que temos e muito menos o que sabemos , porque o que temos podemos perder a qualquer momento e os outros de certeza sabem coisas que nós nem imaginamos.
Devemos ser humildes, nunca nos sentirmos mais que os outros em aspecto algum , porque é da soberba que nos vem a maior queda.

quarta-feira

Descobrindo

Descubramos o nosso caminho, passo a passo, porque ninguém o poderá descobrir por nós.
Devemos percorrer o nosso caminho com segurança , porque só nós poderemos passar por ele com mais ou menos dor , consoante a nossa sabedoria e confiança.
Devemos aproveitar sabiamente cada dia que a vida nos dá e devemos tirar proveito de cada situação.
Nos dias de dor devemos aprender a resignar-nos.
Nos dias de alegria, devemos aprender a vive-la mas sem excessos, tudo requer moderação e ponderação.
Nos dias de complicações, problemas , devemos aprender a ter paciência.
Quando a dificuldade surge , a melhor maneira de a ultrapassar é ser criativo.
Em dias de fartura e de paz , devemos encontrar um equilíbrio interior.
E nos dias de desespero e de incerteza devemos aprender a descobrir a fé.

sexta-feira

Amigo de verdade

Os amigos não nos são impostos , são escolhas do coração. Escolher um amigo é uma opção de amor e de respeito. É a descoberta de uma alma que se molda à nossa, a descoberta da capacidade de sentirmos um carinho puro e um amor que transcende o amor carnal. ter um amigo é possuir um mundo , é gostar sem medo de ferir ou ser ferido, é ter um ombro amigo nas horas de dor e sofrimento e ter um sorriso radioso e cúmplice nos momentos de alegria. Um amigo é alguém que devemos conservar no coração, que é grande demais para algum dia poder ser esquecido. Ser amigo é ser grande aos olhos de Deus, o amigo é aquele que sabe dar um palminho de chão , quando ele nos foge, e sabe dar um pedaço de sonho quando a dor é por demais real. O amigo é sempre aquele que nunca recolhe a mão, é aquele que sabemos sempre presente , o que para além de dizer "gosto de ti", nos agarra na mão e prova-o. Amigo é aquele que ouve e perdoa, o que entende as lágrimas , o desejo de sumir, o desespero e a dor. Amigo é o calor que seca as lágrimas e a luz que devolve a esperança. Amigo é a certeza terna de um sorriso. Amigo é aquele que nunca desliga o telefone, que nos ouve independentemente da hora , amigo é o que nos acarinha mesmo quando estamos errados , mas que não apoia o erro. O amigo verdadeiro é luz que inunda a alma e se multiplica a cada instante por variados matizes que enchem de cor o coração. Amigo é aquele que me abraça bem apertado e me diz baixinho, "amo-te" sem medo que o interprete de forma errada. Porque amigo de verdade ama mesmo e amar de amigo é adorar, doar, proteger, diferente do amor que une dois apaixonados. Amigo é verdade, é sentimento, é sonho e é também realidade.
Amigo de verdade é aquele que jamais nos deixa desistir.

terça-feira

As diferentes formas de amar

Quando o amor ainda tem o odor do desejo
e a chama do instinto primitivo
nós dizemos que é paixão.
Quando o amor é feito de afinidade
cumplicidade, muito carinho
e poucas cobranças
nós dizemos que é amizade.
Quando nos sentimos inseguros perante o outro
quando pensamos que vamos perder
ou que podemos perder
chamamos ciume.
Quando não podendo realizar esse amor
o deixamos partir
chamamos renuncia.
Quando o amor ainda não se mostra
e se fecha num cantinho
para não ser descoberto
nós achamos que é egoísmo.
Quando o amor se abre em flor
e é luz nos corações tocados por Deus
sendo entregue a quem dele necessita
nós chamamos caridade.
Quando somos traídos
nasce o ódio
mas o ódio nada mais é
que a ausência momentânea de amor.
O amor não existe só na vertente homem/mulher
reflecte-se em todos os actos
e temos que aprender a perceber as diferentes formas
de dar e receber amor.
O amor é a força
que faz com que os homens se respeitem
com que exista alguma paz
e com que possa nascer sorrisos em vez de lágrimas.
Quando não sabemos dar
e receber as diferentes formas de amor
somos seres incompletos
com uma frieza interior terrível.
Fomos criados por amor
vivemos por amor
e nunca nos devemos furtar a dar amor,
Amar é a lei principal da vida.

imagem