segunda-feira

Sempre havera uma saída

Às vezes Deus dá-nos as maiores lições em pequenas coisas, em coisas inesperadas e simples.Uma vez ao abrir a porta da garagem , surpreendi aprisionado nela , um pequeno passarinho que deveria ter lá ficado fechado sem eu me dar conta. Ao ver-me ele voou contra a clarabóia do tecto , tentando sair , o que era impossível , pois o grosso vidro impedia-lhe a passagem.Abri totalmente o portão da garagem tentando ajudá-lo a sair. Em vez de voar pelo portão , assustou-se quando o abri e isto fez com que voasse mais para cima , acabando por se enlear no tecto , numas redes que lá estavam.Tive medo que ele morresse preso nas redes sem se poder libertar , pequei na vassoura e usando o cabo com cuidado consegui soltar as patinhas dele daquele emaranhado que o aprisionava.Mal se viu solto voou de novo violentamente contra a clarabóia gastando esforços inutilmente , voando contra aquela que ele cria ser a única saída. E continuava preso. Bastava que olhasse para o grande portão aberto e teria alcançado a liberdade. Mas como a sua atenção se fixava somente naquela falsa saída continuava a debater-se em vão. Até que caiu exausto e consegui apanhá-lo , libertando-o de seguida no jardim. Mas quanto esforço aquele pobre passarinho podia ter poupado se tivesse tentado outras saídas. Com esse passarinho aprendi que numa situação complicada , onde só conseguimos ver uma saída que nos está vedada, se olharmos com bastante atenção em redor , sempre haverá uma outra saída, um outro caminho. Basta apenas procurar.

1 comentário:

Val disse...

Gonçalo se olharmos com mais cuidado podemos ver que na realidade tudo se encaixa e que pode realmente haver uma saida...mesmo que não esteja logo a vista!
Beijos com carinho

imagem