quinta-feira

Várias formas de amor

Vivo porque te amo
porque tu existes em mim
Quando penso
pondero em relação ao peso desse amor
e analiso os factos da minha vida
à luz que ele emana
A minha ciência
é o conhecimento desse amor
E é esse amor também
a minha filosofia
A minha religião
é o amor que nos une
e que busco na face de Deus
A minha verdade
é este amor que se torna eterno
revelando-se no que procuro
transformando-se
no meu ideal
A minha fé
é este amor que me transcende
e que vive para além de mim
e da minha humana vontade
Esperança é quando o amor me abraça
e me acarinha
no seio do nada em que me perco
sem referencia nenhuma
Caridade é o amor que se doa
num momento de entrega
e de cegueira perante erros cometidos
fraternidade é o amor que se agiganta
deixando de ser apenas
o desejo de um momento
e passando a ser um momento eterno
de carinho
Sacrifício é o que o amor exige
quando nos força
a entender e a aceitar
que o ser humano não cabe
no amor que idealizamos
e criamos um amor
onde ele de facto cabe
Simpatia é o amor que sorri
e acarinha
como brisa do mar
É também trabalho, o amor
quando constrói
luta e dá frutos
Indiferença é quando o amor cansado
esconde-se por trás
de uma máscara de gelo
O desespero nasce
quando o amor perde o norte
e arrasta consigo
o fel de todos os desencontros
Paixão é o amor efémero
quando só os sentidos imperam~
Orgulho é o amor que adoece
e esquece-se de se doar
Sensualidade é o amor apelativo
os momentos de entrega
de cumplicidade e prazer
E quando aparece o ódio
não é o fim do amor
é apenas sinal
que o amor é tão intenso
que jamais se poderá esquecer



Sem comentários:

imagem