domingo

Já algumas vezes
no limite das minhas forças
atentei contra a minha vida
Felizmente e sempre contra a minha vontade
fui socorrido
Sempre houve alguém por perto
que me ajudou
não me deixou partir
Motivos para cometer esse acto
eu tinha ou achava que tinha
doença que não melhorava
um amor que terminava
A vida que se afundava
e eu não via saida
Afastava-me de todos
isolava-me
A paz que eu queria, que precisava
só a via na morte
nunca na vida

Mas Deus deu-me sempre
uma segunda oportunidade
A doença melhorou
O amor renasceu e voltou
a vida criou bases, assentou
e hoje graças a Deus
e a quem me ajudou, estou aqui
Por isso peço a todos
que num momento de desespero
pensem atentar contra a vida
Concendam a vós mesmos uma oportunidade
mais um segundo
mais um minuto
mais um dia

Porque de repente tudo se resolve
e um minuto a mais
pode ser o passaporte para a vida
No ultimo segunda, pense mais um pouco
mais um minuto que seja
e por favor lute
nunca perca a esperança
por piores que pareçam os acontecimentos
Dê a você mesmo, um tempo para pensar
mais uns segundos
mais uns momentos


Sem comentários:

imagem