sexta-feira

Para ti

És a força da vida
e o mistério da morte
inventas tempestades
voas
danças ao luar
teu corpo exposto
estátua, marfim
tua alma despe-se
aparece nua
mais ainda assim
guardando segredos
és luz no escuro


As palavras que me acordam
são tuas
Tua a verdade gritada
no silêncio
vestes-te do manto misterioso
da intuição
teu rosto tem a luz do luar
és fogo
água
razão


Ainda agarro a mão
que estendes
és o bálsamo
o abraço
o carinho que enternece
és a dor
e és a cura
aragem subtil
rosa
espinho
mulher
ser intuitivo


Foste anjo
hoje mulher
és fera
tens garras que dilaceram
marcas por onde passas
deixas trilhas
por onde te seguem
espalhas mistério
esperas que decifrem


Deixas pistas no tempo
para que o passado te encontre
te liberte e te ame

Teu riso é musica
dedidalhas poesia
num piano de encanto
és vida
odor
musica
dança
és tão mulhere ainda criança


És cruél, és doce
santa, pecadora
reges a tua vida
de mulher e mãe
és ponte
que nos une à vida
quando nos perdemos
na escuridãodo nada


Tu sentes
e amas
entregas-te profundamente
e disfarças como ninguém
num abraço acalentas
num grito repeles
constróis e destróis


Sabes fazer nascer sorrisos
sabes encantar
e ficar encantada


És simbolo de amor
cultuas a paixão
és etérea
carnal

Deusa
sensual
Deixas a vida parecer nada
quando a tua alma
se fecha
és caminho
és bússola
sol
liberdade, afinal


1 comentário:

Ana disse...

Meu amor, este texto é simplesmente lindo,lindo, bem do teu jeitinho doçe de descreveres as coisas, e o que sentes.
Parabens meu amor, por este texto maravilhoso.
Amo-te muito. Ate ja

imagem