quinta-feira

Amantes


Somos amantes, não de instantes
somos amantes para a vida
perdemo-nos na alma
nos sentimentos
cantamos ao mar o nosso amor
amor de espuma e de sal
amor de sombra e de luz
amor de carne e suor
amor, corpo, desejo que seduz
Corremos por campos de lírios
lírios daqueles do vale
que colocas em teus cabelos
tão menina ris para mim
riso que encontra eco
na voz do vento que passa
vento que nos conta histórias
de muitos amores imortais
Vento que pára por instantes
e colhe nos nossos lábios
de amantes
as juras que sussurramos
depois corre feliz
espalhando palavras de amor
por entre as árvores que beija
nossos corpos unidos
são caminhos seguidos
pelos mundos que conhecemos
onde reina o prazer
cai a noite, chove, faz frio
abraçamo-nos em silêncio
docemente junto à lareira
Somos amantes, não de instantes
somos amantes felizes
presos , para a vida inteira

1 comentário:

Valquiria disse...

O mar permite amar. Amor oceânico. Alimento azul dos olhos, marulho-barulho-melodia-aquosa nos ouvidos, massagem podal na areia.
No cheiro do campo,o aroma da vida,caricias do ventos,respriração da vida.

imagem