quarta-feira

Homenagem a todas as mulheres



Que mulher nunca teve
Um sutiã meio furado,
Um tio meio tarado
Ou um amigo meio viado?

Que mulher nunca tomou
Um fora de querer sumir,
Um porre de cair
Ou um lexotan prá dormir?

Que mulher nunca sonhou
Com a sogra morta,
estendida,
Em ser muito feliz na vida
Ou com uma lipo na barriga?

Que mulher nunca pensou
Em dar fim numa panela,
Jogar os filhos pela janela
Ou que a culpa era toda dela?

Que mulher nunca penou
Prá ter a perna depilada,
Prá aturar uma empregada
Ou prá trabalhar menstruada?

Que mulher nunca acordou
Com um desconhecido ao lado,
Com o cabelo desgrenhado
Ou com o travesseiro babado?

Que mulher nunca comeu
Uma caixa de Bis,
por ansiedade,
Uma alface,
no almoço,
por vaidade Ou,
um canalha por saudade?

Que mulher nunca apertou
O pé no sapato prá caber,
A barriga prá emagrecer
Ou um ursinho prá não enlouquecer?

Que mulher nunca jurou
Que não estava ao telefone,
Que não pensa em silicone
Ou que "dele" não lembra nem o nome?


Desconheço o nome do autor ou autora



2 comentários:

Valquria disse...

Este texto é engraçado,diríamos um conjunto de significados rs...
Produzem representações de forças culturais,tento em vista em bombardeio incessante de imagens e definições do que é ser mulher ,principalmente pela moda ,publicidade e televisão.
Haja tempo e dinheiro para se conformar com a esta mulher,jovem,magra,sedutora,bem vestida,informada,inteligente mas que acima de tudo continuamos sendo definidas como um atributo fundamental. A beleza seja que preço for.Bom o principal os homens não vivem sem as mulheres rs...
Poderia falar mais sobre o texto meu querido amigo,mas te deixarei curioso rs...Não podemos dizer se pensamos tudo isto que esta no texto rs...
Beijos

Lurdes disse...

Ser mulher é ser muitas almas num só corpo. Fica bem. Beijos

imagem