domingo

Excitação

A Tua pele descoberta
nua
escorrendo água
que desliza em teu corpo
como dedos
que docemente te percorrem
procuro
com o meu olhar
uma gota que cai
e traça na tua pele
o mapa que traço
com a minha língua
Olho sem tocar
na tortura dos sentidos
mais sublime
mais apetecida
Devagar cobres-te
com a toalha
que seca no teu corpo
as gotas de água
que me fascinam
Num ritual teu
cobres devagar o teu corpo
com a roupa que vestes
ao mesmo tempo
que me olhas
e me provocas
Deixo que a roupa te cubra
se molde ao teu corpo
e esconda dos meus olhos
o que me enlouquece
Depois abraço-te
percorro o teu corpo
com as minhas mãos
e desvendo os segredos
acabados de cobrir
A roupa cai
como rosa que desfolho
exponho o teu corpo
e sacio a fome
do desejo torturado
Sinto nas minhas mãos
a tua pele quente e macia
que aperto com os dedos
pelo prazer de ver no teu rosto
a dor de um prazer anunciado
O meu desejo solta-se
e o meu corpo possui-te
como teu dono
teu castigo
e tu deixas que te possua
entregas-te
numa fúria que conheço
que me prende
me fascina
no momento em que sou teu
teu
completamente teu
e tu
ainda não sei
se essa entrega
te faz minha






1 comentário:

Ana disse...

Essa entrega apenas solidifica, a minha entrega a ti, entrego-me a ti no teu primeiro olhar de desejo lançado no meu corpo, quando sinto que me desejas, que me queres e que mais uma vez me vais fazer tua, me vais amar, e que eu me vou entregar por completo, render-me a ti, aos teus beijos, abraços caricias, ao teu amor, ao nosso amor, a nossa vida, por isso te digo que sou completamente tua hoje e sempre, juntos para sempre.

Beijos

imagem