quinta-feira


Como explicar o encanto dos sentidos
,se em meu caminho a dor era o alento?
E hoje a paixão me ensina esses sonidos:
traduz, em cheiro e tato, o sentimento.
Como explicar a Lua e o Firmamento
que se entrelaçam tão desinibidos?
Palavras da saudade solta ao vento..
Como explicar o encanto dos sentidos?
Como esquecer do gosto,
que eu invento
se, quando invento,
escuto os teus gemidos,
a me adoçar o amargo sofrimento?
Quem sabe o céu libere os seus cupidos
e nos conceda a luz do alinhamento...
Nós, astros, dos amores, refletidos!
No nosso amor







Ana

Sem comentários:

imagem