terça-feira

Para quem ama

Não vou escrever um poema
pelo menos não daqueles que rimam
quero deixar aqui um abraço
a todos os que amaram e perderam
a todos que sonharam e acordaram
muitas vezes em meio de um pesadelo
Quero deixar o meu abraço a quem caiu
e teve a dignidade de se levantar
a quem amou e sofreu ou perdeu esse amor
a quem foi feliz e a vida traiu
Quero deixar um abraço a todos
todos que me procuram para falar de amor
todos que choram no meu ombro
como se eu tivesse uma varinha mágica
Quero dar um abraço a todos que choram
aos que se sentem perdidos
aos que têm medo de amar
Quero dar um abraço a quem me diz estar mal
ou triste
ou decepcionado
ou só
Quero dar um abraço a todos aqueles
a quem a vida negou o melhor
o amor
Quero dar um abraço a todos
que sendo ricos, são muito pobres
porque não têm amor
Quero dar um abraço a quem chora um amor
perdido
adiado
a quem espera pelo amor
a quem sofre calado
a quem apenas deixou de sonhar
de viver
de acreditar
Quero deixar um abraço a todos
que já enxugaram uma lágrima
quase furtiva
que já gritaram a dor de uma solidão
Quero deixar um abraço a todos que sofrem
que se sentem incompreendidos
traidos pelo amor
pelo destino
pela vida
Para deixar um abraço a todos que citei
teria que me multiplicar
teria que abraçar milhões e milhões
a minha vida seria curta
para tanto abraço
Por isso deixo aqui um abraço apenas
grande
infinito
desses que esquecem fronteiras
e agarram o mundo
Eu quero abraçar o mundo
na paz do teu sorriso
na força do teu olhar
onde esqueço o cansaço
e encontro forças
para ainda sonhar!!!

Sem comentários:

imagem