quinta-feira

Cerrei os meus olhos cansados
de procurar sonho
Fechei o meu coração magoado
de raiva e de dor
Sequei a fonte que brotava
dos meus olhos tristes
Cerrei meus olhos no regaço
de um amor desejado
Deixei que os teus cabelos
secassem minhas lágrimas
Deixei que o teu sorriso
fosse o meu sol
Deixei que teu coração
fosse o meu abrigo
Deixei que a tua alma
fosse o meu refúgio
Tu vieste de leve como a brisa
secaste o pranto
trouxeste a luz
a paz
o sonho
Na tua verdade
esqueci a mentira
Na tua coragem
perdi o medo
Hoje sou barco que navega
pelo rio de teu corpo
descobrindo portos
que exploro ávido
em segredo

Sem comentários:

imagem