quinta-feira

Vem ter comigo esta noite
que o meu cansaço
impera
no dolência do meu corpo
Vem ter comigo esta noite
trazendo contigo
os aromas que me excitam
o tomilho e a canela
com que temperas teu beijo
Vem ter comigo esta noite
na hora em que deitado
minhas lágrimas correm soltas
numa saudade tão sentida
Vem ter comigo esta noite
trazendo no teu corpo
a dança selvagem
com que me enlouqueces
nas horas quentes de entrega
Vem ter comigo esta noite
trazendo solto o cabelo
cor de fogo
com que ateias
a chama da minha loucura
Vem ter comigo esta noite
e abre para mim o jardim
de teus secretos prazeres
onde me enlouqueces
e aprisionas
vem ter comigo esta noite
e dá-me o teu corpo
templo secreto
das nossas profanas loucuras
vem ter comigo esta noite
trazendo contigo
o mel afrodisíaco
que a tua boca possui
Vem ter comigo esta noite
rainha do meu desejo
vem fazer-me teu escravo
minha senzala teu corpo
minhas correntes
esse teu beijo

Sem comentários:

imagem