sábado

Falta um pedaço de nós
quando o sonho nos foge
e a realidade
tão nua
mostra sem pena
as nossas fragilidades
e coloca perante os nossos olhos
as cores que nos recusamos ver
Falta um pedaço de nós
quando o vento da saudade
espalha pelo deserto da nossa alma
os sonhos mortos
que não chegaram a crescer
e dos quais nos despedimos com lágrimas
de uma saudade esquecida
num recanto adormecido
de um coração perdido
Falta um pedaço de nós
quando a tempestade da alma
ruge como um leão ferido
e debate-se inutilmente
na armadilha
que a realidade criou
Falta um pedaço de nós
quando percebemos que a vida
passou
tão de fugida
que os sonhos ficaram esquecidos
espalhados
perdidos
num recanto abandonado
que nenhum poeta cantou
feitos de esperança perdida
criados numa alma sofrida
de quem cometeu o pecado
de ser amado
e não amou

1 comentário:

Anónimo disse...

Talvez seja esta a unica verdade que ficou das horas que embalou um sonho...Mas não chora quem foi amado e não amou... chora quem sonho e acordou!

imagem