domingo


De repente eu penso que nem é dificil ser feliz Basta fechar os olhos e «ver» o interior da nossa alma, o nosso coração. Pensamos que a nossa felicidade é algo exterior a nós, estaremos felizes quando tivermos aquele carro, a TV de plasma, o telemóvel topo de gama, o ultimo lançamento do nosso estilista preferido. Mas será que a felicidade é isso? E quanto tempo vai durar? Partindo do principio que obteremos tudo o que desejamos, mesmo assim a felicidade será efémera. Dentro de mêses haverá um telemóvel mais avançado tecnológicamente que o nosso, haverá uma tv com outro factor que nos vai atrair, haverá um outro lançamento do estilista e o ciclo recomeça. A felicidade não pode ser isso. Assim como não pode ser felicidade olharmos para o nosso umbigo, pensarmos unicamente no que nós desejamos, queremos, usar tudo e todos para isso, sem respeito, sem parar para pensar. Isso é apenas falta de respeito pela dignidade dos outros, egoísmo agudo. A felicidade esta nas coisas simples, esta no acordar de manhã e ver o sol dourar tudo numa promessa de luz. Esta em respirar profundamente a brisa cálida, em passear num jardim e encher a alma com a beleza das flores, a felicidade esta num passeio tranquilo junto ao mar, ou em algo que nos faça realmente felizes. A felicidade não é um acréscimo material, mas sim uma mais valia espiritual. A felicidade não pode ser material , é um sentimento e como todos os sentimentos é imaterial, etérea. A felicidade esta na capacidade de olharmos bem dentro de nós mesmos, de aceitarmos aquilo que somos, com as nossas falhas, as nossas vitórias e acima de tudo está, em esvaziarmos o coração de ódio, de rancores, para que o possamos encher de momentos mágicos, que juntos fazem a felicidade. Ser feliz é uma opção que esta ao alcance de todos nós.

Sem comentários:

imagem