segunda-feira

Quero deixar aqui o meu agradecimento especial a todos que comigo se preocuparam e preocupam. Não é facil passar pelo que estou a passar mas garanto que com a vossa ajuda tudo é bem mais facil. Conheci amigos pela internet que se mostraram ser amigos de verdade, nem todos, claro, seria esperar demais mas na sua maior parte tive agradaveis surpresas. Recebi de muita gente carinho que jamais imaginei que sentissem por mim. Quase me atreveria a dizer que foi bom ficar doente para ter o carinho de tanta gente. Não vou citar nomes aqui para não me esquecer de ninguém, porque não seria justo. è muito bom sentir que apesar de eu talvez não merecer tanto, as pessoas gostam de mim. Alturas existiram na minha vida em que a solidão pesava demasiado, hoje não sinto essa solidão. Sinto que muita gente torce por mim, procura falar comigo, traz-me ternura, afeição, carinho. Eu sou uma pessoa muito ligada às palavras, uma palavra pode ferir-me muito profundamente ou fazer nascer o mais belo sorriso do fundo da minha alma. E nestes ultimos dias, se me foi dada muita dor também me foram dados sorrisos. O Ano que passou e o início deste ano foram um completo desastre a nível emocional, aprendi a não acreditar nas pessoas, a julgá-las logo à partida, a desejar pouco ou nenhum contacto. Mas como sempre me foi dito, não há nada como um dia depois do outro, cada dia traz até nós novas dores mas também, novas alegrias. Reaprendi a viver, renasci emocionalmente do enorme vazio em que a minha afectiva se transformou. Muitas pessoas mostraram-me que só é preciso fechar os olhos e acreditar, que basta querer para ter. Eu lutei para sair do imenso nada a que de repente a minha vida ficou reduzida, não é facil voltar a fazer viver certezas mortas, verdades destruidas, esperanças quebradas, sonhos assassinados. Mas como diz o meu amigo Édson, quem foi que disse que a vida é facil? De vez em quando é preciso que a vida nos abane, nos lance verdades no rosto para que possamos acordar da letargia que nos envolve. Eu sou essencialmente um sonhador que nunca precisou lutar por nada na vida, tudo me foi dado, tudo me foi entregue sem que eu tivesse que fazer o minimo esforço. Sempre tive tudo o que o dinheiro pode comprar, mas sempre fui muito pobre daquilo que o dinheiro não compra. Os meus amigos dizem que sou meio moleque, a Paula costuma dizer que sou igual a cachorro, fujo para onde há mimo. Claro que não é bem assim, eu procuro ouvir o meu coração sempre. Só o coração, sem me ligar em quem a pessoa é, foi, o que fez ou o que tem. Para mim esses factores não contam. Quando amo, amo porque amo, não tem que haver um porquê. Refugiei-me no meu trabalho, nos meus amigos e nos meus contactos. Durante dias e dias assemelhei-me a um pássaro de asas quebradas que não tem como voar embora saiba de cor os caminhos do céu. Algumas pessoas resolveram estar a cem por cento comigo, obrigaram-me a abrir os olhos para a vida, a ter que refazer sonhos, a reconstruir verdades, e acima de tudo a acreditar. Lentamente como num puzzle a minha vida foi-se encaixando, peça após peça até que todos os cantinhos vazios ficaram preenchidos e a minha vida esta reequilibrada outra vez. Só bastou tal como me disseram fechar os olhos e acreditar. Tudo voltou aos poucos ao normal, o amor reapareceu na minha vida na forma de uma mulher excepcional, amiga, paciente, terna, compreensiva, carinhosa, uma pessoa em quem sempre pude confiar de olhos fechados. Alguém que falou comigo na hora certa, com as palavras certas e calou-se nas horas certas para nunca me ferir. Alguém que me pegou pela mão e me reergueu, Alguém que confiou em mim apesar de ser bombardeada por tudo quanto era lado com as histórias mais fantasistas que um ser humano possa supôr. Alguém que dia após dia ficava do meu lado, apoiando, dando-me o ombro para chorar e ao mesmo tempo me incentivava a limpar as lágrimas e a prosseguir. Não tenho muitas mais palavras para descrever esta pessoa fantastica que me fez encarar a vida e com muita ternura me mostrou um outro caminho de volta ao amor.. Reencontrado o amor faltava vencer na saúde e de novo arrisquei tendo todo o apoio dessa mulher fantástica, e se ainda não consegui na totalidade, tenho fé de vencer mais esta guerra. Agradeço a todos a ajuda maravilhosa que me dão, o apoio, Um dia destes, este meu agora será apenas e só um sonho mau. Obrigado a todos
 Posted by Picasa

Sem comentários:

imagem