sábado


O amor faz-nos ser heróis de uma história só nossa. Quem ama arrisca, desbrava caminhos, e vê em cada sorriso o nascer de um sol muito seu,só seu. Amar é ter capacidade de entrega, de dar mais do que se vai receber. E dar sem esperar retribuição. Amar é um sentimento belo, nobre e o mais ingrato de todos. Porque amar implica dar, doar-se, sem esperar que o ser amado nos retribua na mesma moefa. Amar é dar, não trocar. Por isso muitas pessoas fogem desse sentimento, procuram relacionamentos onde existe troca, em que se entrega o mesmo que se recebe, amores que são apenas amizades, cunplicidades e nada mais. O amor verdadeiro é egoísta, porque se dá, sem saber quem vai atingir, nem quando e nem como. Quem ama não pesa as palavras e esquece o comedimento nas acções. Amar liberta a parte selvagem que existe em nós, derruba barreiras e esquece convenções sociais. O amor não respeita status, ética, instituições e cria uma moralidade muito diferente daquela que habitualmente nos rege. Amar é cortar amarras, soltar a âncora e iniciar uma viagem imprevisível, em busca de um porto que pode ou não fechar as barras, amar é perder o medo de naufragar e correr o risco de perder a noção do próprio limite.

Sem comentários:

imagem