quinta-feira

ser possuido por ti
sentir que a tua boca me possui
me toca
me recebe
Que me aprisiona
que me puxa para dentro
de ti
numa caricia que doi
que é deliciosa
e tortura ao mesmo tempo
sentir a tua lingua
enrolar-se
lamber
e o pulsar do desejo
cresce
aumenta
fica para lá do suportável
e teus lábios deslizam
num ritmo lento
que me alucina
Eu seguro o teu cabelo
louco de prazer
até ao espasmo final
onde o meu corpo jorra
o prazer imenso
sublime
alucinado
que cresceu na tua boca




Sem comentários:

imagem