sábado

Sei que neste momento estas a fazer um tratamento chato. Já andei pela casa, pelo jardim, pela rua, mas o tempo não passa. Estou longe e isso é o pior. Resolvi entrar na net, porque só aqui sinto a paz e a tranquilidade que tu dás a quem cruza o teu caminho. Hoje choro por ti, pelos desgostos que tens tido, pelas dores que não te foram poupadas, pelas tuas perdas, pelos teus contratempos. Sabes que não sou de chorar e que é raro isso acontecer, mas hoje choro por todas as lágrimas que te vi derramar perto de mim e por aquelas que não vi e que adivinhei. Choro por todos os que te conhecem e sofrem com a tua ausência, choro pelos que te amam e que choram comigo. Preciso escrever aqui hoje, neste blog que já viu tantas lagrimas tuas para te sentir, para te dar forças. Choro por todas as horas em que choraste e eu nada pude fazer para te acalmar a dor, choro pelos momentos de alegria que tiveste e que foram tão curtos. Choro por esse teu maldito e estúpido orgulho que te deu cabo de muitos sonhos. Choro pelas palavras de ternura que só tu sabes como fazer chegar ao coração. Choro pelos que te amam e aos poucos te vêm partir, choro até pelos estúpidos corações que não te compreenderam e pelos imbecis que não te quiseram conhecer. Choro porque dificilmente aparecerá outra pessoa com o teu encanto e magia. Sei que o tratamento vai correr bem e vais estar aqui logo, ou amanhã, ou num outro dia. Nem sei porque choro, mas sei que tenho que chorar. Até pelas tuas roseiras que plantaste e cuidaste com tanto amor, pelos teus cães que esperam os teus afagos, pelo teu mundo, o teu sonho. Choro por ti meu amigo, porque te adoro, porque queria dar-te vida, tirar-te a dor. Choro pelas dores que ainda te esperam, pelo futuro que espero que te sorria.Que se fodam as histórias idiotas que fizeram em torno de ti. Que se fodam os imbecis que te tiveram na mão e te perderam. Que se fodam todos os que não souberam ver em ti tudo o que és. Choro porque estou no meu limite de aceitação da tua dor. E hoje mesmo faço um pedido a Deus: - Pára!!! Escolhe outra vítima, já chega, pára!!!
Se não tiveres mais ninguém escolhe-me a mim.

Paula Santos


Sem comentários:

imagem