sexta-feira

Quando pensamos que tudo morreu
que a esperança cessou
que o amor desapareceu
e que a nossa paz, essa
coitada, já se perdeu
Vem de novo o vento da alegria
trazendo com ele montes de aromas
a canela
maçã e framboesa
aromas que penetram nossos sentidos
e nos mostram que afinal
a vida regressou ao palco
ao palco da nossa existência
e temos que amar
amar sem queixume
e voltar a sentir
no peito a arder
a mesma agonia
o fogo a queimar
louca fogueira onde queima ciume
a vida não nos poupas
às suas lições
tristes ou contentes
os amores não morrem
hibernam apenas
em nossos corações

Sem comentários:

imagem