segunda-feira


O amor acontece devagar
nunca tem hora de partir
e nem hora de chegar
O amor vem como se fosse nada
transformando a noite escura
em plena madrugada
O amor surge,muito lentamente
sem alardear a sua chegada
como brasa, que queima docemente
Amor nunca morre, quando é de verdade
guarda-se no peito, como joia rara
e se um dia parte, deixa a saudade

Sem comentários:

imagem