domingo

É assim o amor
turbilhão de emoções
sonho tresloucado
desejo ardente
ciume também
O amor envolve-nos
aprisiona
torna-nos escravos
dele, senhor
mas amar é loucura
que a todos invade
a que ninguém foge
amar é morrer
e renascer
na luz de um sorriso
sentir extâse no calor
de um abraço
mergulhar no inferno
à primeira briga
alcançar o Paraíso
nos corpos unidos
Amar é assim
sentimento exigente
que nos deixa frageis
Mas amar é preciso
fazendo do fogo
que dentro de nós arde
o nosso bálsamo
a nossa quimera
amar é ter no presente
uma eterna espera

Sem comentários:

imagem