quinta-feira

Venho de um tempo perdido
em que o tempo
não era tempo
era apenas o tempo
de o tempo acordar
Venho de um tempo longínquo
em que o tempo
deixou de ser tempo
e tornou-se apenas no tempo
que foi o tempo de te encontrar
Venho de um tempo esquecido
em que o tempo
nunca foi tempo
até que se tornou o tempo
mais certo para te amar
Venho de um tempo passado
que nunca foi tempo em vão
mas que foi tempo de espera
tempo que aguarda a quimera
tempo de solidão
Venho de um tempo feliz
tempo que nunca foi tempo
que não fosse tempo de amar
e quando já não era tempo
veio o tempo de te encontrar
E agora vivo num tempo de amor
tempo que nunca foi tempo
que não fosse tempo de sorrir
vivo perdido no tempo
neste tempo que é tempo
de te querer e descobrir

Sem comentários:

imagem