quarta-feira

Quando o coração se aperta
a garganta contrai
e o medo cresce
porque deixamos que quem amamos
entre tão dentro de nós
Que nos faça o coração doer
quando está ausente?
Porque será
que nos entregamos tanto
e nos colocamos indefesos
nas mãos de quem gostamos?

Deveriamos saber ser cautelosos

ficarmos parados

a observar a doçura de uma

paisagem

e encontrarmos a paz ali

naquela beleza

como quem olha o mundo

pela primeira vez

mas ao curioso ser humano

não basta olhar

curiosos

precisamos de ver

tocar e sentir

mesmo correndo o risco de sofrer

mergulhamos sem pe

Ao longo da nossa vida

vamos mergulhar em sonhos

feitos de amor

e crer em momentos de felicidade

acreditar na ternura

nem vamos perguntar sobre dor

sobre o medo de perder

ou de decepcionar

as decepções doem

mas isso não nos impede de amar

e muito menos de viver

mesmo que as pedras magoem

precisamos caminhar

e esquecer as dores

Assim se faz a vida, sem desistir

mesmo que as pernas dobrem

devemos manter-nos erectos

sem baixar a cabeça

conservando o sonho

e acreditando que amanhã

tudo vai ser melhor

Os artistas tiram o melhor da sua

arte

nos momentos em que mais sofrem

cabe-nos a nós criar sonho

mesmo se a alma doi

ou se a felicidade nos traiu

Devemos sempre ter a noção

que o amor que se foi

não foi por nossa culpa

E que se a vida nos dá lágrimas

devemos deixá-las rolar

até nascer o sorriso

Amanhã será diferente

ou talvez nem seja

no entanto neste jogo da vida

nós vamos aprendendo

que uma coisa jamais nos será tirada

cada minuto vivido!!!

Para ti João, amigo de tantas caminhadas, eu deixo este texto. Sei que face ao teu problema parece de pouca ajuda, mas quero com ele apenas mostrar-te que estou contigo. Força amigo



Sem comentários:

imagem