domingo


Paula acabei de ler a tua postagem. Pronto não vou eliminar ainda que não seja nem metade do que dizes ai. Eu sou uma pessoa normal e nada tenho de especial. Irreverente sou sim e consigo encontrar motivos para rir até nos momentos mais estranhos. Tenho um sentido de humor que pouca gente entende. Consigo rir do que ninguém acha graça e das pidas faceis que colocam toda a gente a rir eu não consigo achar piada. Devo ter um humor negro, ou algo semelhante. No resto sou uma pessoa normal, com coisas boas (poucas) e coisas más (muitas). Juizo continuo a guardar no cofre em casa para usar quando for velho, acho que nessa altura se não o tiver irá parecer mal. Até lá vou passando sem ele. Quanto à força de que falas e que referes ai, em grande parte devo-a a vocês, às pessoas maravilhosas que fazem o favor de serem minhas amigas. Não sei como me suportam mas enfim... Devem de ser um bando de masoquistas. Gosto muito de vocês todos, para mim são todos importantes e muito queridos ainda que por vezes eu não o demonstre tanto como deveria. Gostava de adivinhar os nomes que vocês me chamam quando não atendo o telemóvel, mas tenho umas suspeitas. Quando não o faço é porque preciso mesmo de estar isolado, mas mesmo assim vocês continuam no meu pensamento também. Agradeço a todos o carinho, principalmente aos que não me conhecem, contactos aqui só de internet e me enviam emails carinhosos. Pessoas incriveis que dão ternura sem nada esperarem receber em troca. Quanto ao meu orgulho, é ele Paula, que muitas vezes me obriga a seguir em frente e já algumas vezes fez com que eu não caisse em algumas ciladas da vida. Quanto ao aniversário que referes foi o início de uma luta que tenho travado consoante me é possível. Umas vezes luto a sério, outras vezes fico mais medroso, mas no final espero sair vencedor. Não me apetece entregar os pontos para a morte ainda que a tenha por minha iniciativa já buscado. Olha aqui um exemplo do meu orgulho e teimosia, aceitava que ela me levasse porque eu queria, mas agora que poderia ter essa vontade eu recuso. Sou mesmo do contra. Obrigado e um beijo para ti. Para todos um abraço grande.
Quanto aos parabéns depois falamos. Quero agradecer todas as tuas orações e a de todas as pessoas que me dizem que rezam. Até por email hoje recebi esse presente de amizade de alguém que não conheço e nunca vi. É ainda por essas pessoas e por vocês que vale a pena viver

Sem comentários:

imagem