domingo


Hoje, aproveitando a liberdade que me deste de postar no teu blog, quero deixar-te um beijo especial. Porque passa hoje mais um ano sobre o Aniversário daquilo que certamente mais te feriu na vida. Quero deixar aqui um elogio especial à tua coragem, à tua capacidade de luta e à tua vontade férrea de lutar e vencer. Tu continuas a ser um dos meus maiores e mais queridos amigos. Acompanho a tua vida há muitos anos e sei das tuas vitórias e derrotas e sei como sempre aceitaste tanto umas como outras com um sorriso e uma determinação invejável. Gosto de ti porque és uma pessoa carinhosa, meiga, especial que nunca nega um sorriso ou uma palavra de carinho. Conheço também a tua faceta mais dura, mais fria, mas mesmo nesse caso nunca te vi deixar de ser justo. Podia ligar-te, mandar-te um email ou visitar-te e dizer-te tudo isto. Mas como sei que adoras este blog e que os teus maiores amigos o lêem resolvi fazer testemunho público da minha amizade e admiração. Tal como todas as pessoas tens coisas que nos marcam profundamente. O que me marca mais em ti é a profundidade do teu olhar e o brilho irónico que se nota perfeitamente. Tu és um céptico e por muito que o negues os teus olhos mostram isso. A tua coragem advem exactamente do facto de não ligares muito à vida, do teu cepticismo perante a maioria das pessoas e dos acontecimentos. É o teu cepticismo, a tua vontade de descobrir o que há por trás das situações que te faz nascer esse brilho irónico no olhar como se estivesses num eterno desafio. Marca-nos também o teu sorriso, esse sim carregado da mais perfeita sacanagem. O meu marido costuma dizer que em ti nada é inocente, nem mesmo o sorriso. Mas a par com essas tuas facetas mais travessas tens um coração do tamanho do mundo inteiro e isso faz de ti alguém a quem se esquece depressa as travessuras. Virou piada a tua resposta dada na recepção de um amigo nosso que certamente lembras, quando após uma das tuas habituais quebras de protocolo que nos deixaram com vontade de te matar, porque ali não nos podiamos rir e a vontade de o fazer estava a deixar-nos roxos e o nosso anfitrião se voltou para ti e perguntou:
- Então mas você nunca mais tem juizo?
E tu com a cara mais inocente do mundo respondeste:
- Não tenho juizo? Juizo eu tenho e muito mas não sei onde guardei, alias por isso eu tenho muito mais que vocês é que o meu está intacto porque eu não costumo usar.
Ninguém mais ficou sério naquela sala e tu mais uma vez foste o centro da confusão e do humor. Quando temos tantos anos de convivência muitas coisas fazem parte da nossa história de vida e por isso muitas das tuas travessuras fazem parte do meu espólio de humor. Se me pedissem para descrever um defeito teu só diria esse, irreverente, e se me pedissem uma qualidade, diria: bondade. O que de ti sempre recordo é o teu riso fácil e o aroma eterno do teu perfume. Desde que te conheço que usas o mesmo e para nós, teus amigos, esse perfume é já como se fizesse parte de ti. Com isto tudo pretendo dizer-te que mesmo quando te isolas, quando te sentas frente a esse pc para os teus trabalhos e ingratidão maior, nem o telemóvel atendes, nós nunca nos esquecemos de ti. Podemos chamar-te uns nomes quando te ligamos e não atendes, mas estas sempre no nosso coração. Sei que estas relativamente bem, que estas feliz, tanto quanto é possível estar devido à tua saúde. Mas apesar dela e dos problemas sei que estas feliz.O que quero que saibas é que para nós os teus amigos, este dia nunca passa em branco. E que admiramos o modo como lutaste e venceste dessa vez e como certamente venceras agora em julho. Para mim tu serás sempre o meu maior amigo e a par com todos os teus amigos eu rezo, neste mês, mês de Maria, para que mais uma vez lutes e venças essa luta. Porque se há alguém que merece viver e ser feliz esse alguém és tu. Por vezes és um amigo difícil, tomas decisões que ninguém entende, teimas com tudo e todos para as levares em frente, és teimoso e tens um orgulho que te faz sofrer mais do que tudo. Nunca vi ninguém capaz de chegar ao limite do sofrimento por orgulho como tu. Mas a par disso tens a capacidade de tentar nunca causar mágoas, de ajudar, de amparar e de ser carinhoso. Quando falamos que eu postaria de vez em quando no teu blog, dei-te a opção de eliminares alguma das minhas postagens de que não gostasses, mas esta proibo-te de a eliminar. Sei que já me eliminaste uma, mas esta se o fizeres torno a postá-la.Porque tu mereces o carinho dos teus amigos e o agradecimento publico por seres como és. Ah e parabésns!!! mas sobre isso falamos em privado.



Paula Santos

Sem comentários:

imagem