domingo

Vitórias


Quando enfrentamos uma batalha por algo que queremos, uma coisa temos que aprender. Que não se vence uma batalha grande sem primeiro vencer as pequenas. As pequenas funcionam como um aprendizado para batalhas maiores. Para atingirmos um objectivo temos que antes vencer os obstáculos que entretanto nos aparecem no caminho. Todos eles nos preparam para vencer a maior e alcançar, enfim, o nosso objectivo. A vida de qualquer ser humano é feita de lutas, de pequenas vitórias e de vitórias grandes. Devemos sempre encarar os obstáculos de frente e lutar por eles se acharmos que realmente ainda vale a pena seguir até à batalha final. Muitas vezes em vez de avançar retrocedemos e ninguém entende. Pensam que é desânimo, fraqueza ou covardia, mas pode não ser. Algumas vezes o retroceder é mesmo desistir perante um aglomerado de obstáculos dificeis de transpôr. De outras vezes, desistir não é uma fuga, mas uma estratégia. Podemos desistir de um confronto porque nos sentimos fracos, porque precisamos apenas de tempo para não entregar os pontos. Podemos párar para repensar tudo, para elaborar estratégias, para tirar forças da manga e depois sim seguir em frente. Não é mais vitorioso aquele que tudo arrasta na sua passagem, aquele que explode com o mundo, aquele que diz palavrões e obscenidades, como se isso o agigantasse aos olhos dos outros. Não é mais forte aquele que sai atropelando quem está na sua frente, não é mais forte aquele que destroi com palavras a confiança dos outros. Não é mais forte quem faz dos sentimentos alheios um jogo e quem joga com os outros como se eles fossem peças num tabuleiro de xadrez. Não é mais forte quem atinge, quem maltrata. Forte é o que tem a sabedoria de recuar quando seguir em frente seria loucura. Forte é o que luta sem armas e usa nas palavras o comedimento e a simpatia pelos outros. Forte é aquele que respeita cada um de seus semelhantes, como gostaria de ser respeitado. Forte realmente é aquele que se vence a si mesmo, para depois calmamente ter a vitória de vencer os desafios da vida. Para se ser vitorioso há que primeiro vencer os nossos próprios erros, limar as nossas arestas e ai sim, quem sabe o resto não virá por acréscimo.

Sem comentários:

imagem