domingo

Obrigado


Hoje depois de um dia fechado a trabalhar , decidi sair e dar um passeio a cavalo. Montar é um dos meus passatempos preferidos. Amo a sensação de liberdade. o esquecimento total do mundo que nos rodeia,enquanto a brisa nos bate no rosto. Adoro sentir os movimentos do cavalo em perfeita harmonia com os do meu corpo, Para mim montar é mais que um hobbie, é uma necessidade de sentir a liberdade, de vivê-la, saboreá-la. Quando faço algo que realmente me encanta, detesto fazê-lo sozinho, por isso pedi a uma amiga minha, de quem muito gosto para me acompanhar. Foi otimo o nosso passeio. Nem sei mais sobre tudo o que falamos, mas sei que falamos da nossa vida profissional, dos nossos problemas, da nossa vida privada. É tão bom poder sentir uma mão amiga tocar o nosso rosto e afastar o cansaço. É tão bom sentir a amizade em todos os gestos e palavras. É uma sensação única estar com alguém que nos mostra um sorriso cheio de paz e diz palavras de conforto. Agradeço-te Paula, minha amiga querida, companheira de uma jornada tão longa, que já tanta vez foste minha confidente. Já nos rimos tanto juntos, já choramos, já estivemos em festas, passeios de iate, e até simples caminhadas a pé. Em todos esses momentos sempre foste a minha amiga querida, que fala que aconselha. Ainda me lembro há uns meses quando falamos sobre determinado assunto, a tua cara de espanto e o teu aviso:- Sai dessa Gonçalo, é uma furada!!! Bem amiga, não sai, e não foi mau de morrer, mas também não foi pêra doce. E hoje no teu sotaque abrasileirado lá veio a setença:- Eu não te dizia, agora vc se lascou!!! Adoro essa tua pronuncia que já não é Portuguesa , nem Brasileira, de tanto viveres nos 2 paises, adoro o teu carinho, as tuas palavras sinceras, o teu sorriso terno. Espero que o teu marido não tenha o endereço deste blog, mas pronto, se tiver eu depois faço um duelo com ele, não há problema. Só quero dizer-te muito obrigado Paula, pelo tempo que sempre me dás, mesmo quando até para ti é escasso. Obrigado pelas horas gastas ao telefone, de madrugada, falando comigo, sempre o mesmo e eterno assunto, enquanto o teu marido que se está absolutamente lixando, dorme o sono dos justos. Obrigado pelos teus conselhos, que nunca sigo, mas que depois me arrependo de ter olvidado, obrigado também pela tua atenção constante com minha filha. Devo-te tanto amiga, que se tivesse que te pagar ficava arruinado. Mas retribuo-te dando-te também a mais sincera amizade. Logo mais é a festa do meu aniversário, ainda por cima antecipada, e como tu ficaste furiosa com isso, descobri que afinal também tens as tuas crendices. A tua cara horrorizada fez-me rir, e o teu comentário:- Antes não. Gonçalo, festejar antes dá azar!!! Olha querida, mais azar é impossível, como tudo na minha vida acontece ao contrário vais ver que quebra o enguiço. E ainda me dá sorte. E obrigado pelos teus elogios ao blog, que realmente não os merece, mas aceito-os. Quanto aos comentários, como te disse querida, o blog é publico, ainda que muito pouca gente tenha o endereço e as acções sempre ficam com quem as pratica e neste caso particular até me divertem, adoro ver até onde pode ir a imaginação de algumas pessoas. Mas fora este pequeno desvio do assunto, quero agradecer do fundo do coração a companhia preciosa que me fizeste hoje. Como sempre deixaste o meu coração mais tranquilo, mais sereno. Como é hábito o nosso passeio foi maravilhoso. Bem hajas. E sinceramente, do fundo da minha alma, Paula, desejo que Deus te abençoe. Até logo mais, na festa. Beijo.

Sem comentários:

imagem