quarta-feira


Hoje descobri
que é muito mais difícil apagar as estrelas
do que acendê-las
e que o sol que nasce nas manhãs
ainda é o mesmo que se esconde
entre as sombras do entardecer,
embora sua luz pareça diferente

Descobri que os sonhos existem
além da nossa vontade
e que renascem nas frestas mais estreitas
equilibrando-se sobre as linhas quase invisíveis
daquilo a que chamamos realidade

Descobri que a saudade nem sempre é dor
porque também é esperança
visto que insiste em trazer de volta uma lembrança
detalhes que nem sempre conseguimos esquecer

Descobri que a alma é um cofre de onde nada é roubado
porque até mesmo o amor que já nos foi negado
ali permanece como o perdão que se dá
gratuitamente
pérola, a enfeitar o coração, que ingenuamente
peca por ainda amar, quem não ama a gente


Este é um poema que me foi enviado por uma amiga e que deixo aqui dedicado a todos os corações que um dia amaram e sofreram.

Poema escrito por Mellíss

imagem