terça-feira

Saudade

A saudade é uma palavra doce e triste, que explica tanta da amargura que nos vai na alma. O povo português inventou a palavra saudade e talvez por isso a sinta
como ninguém mais. A saudade pode nascer efectivamente da separação de duas pessoas que se amam, que são amigas, que se gostam. Temos vários tipos de saudade. Saudade de acontecimentos que nos marcaram. Momentos felizes que passaram tão depressa que quando nos demos conta, já eram apenas saudade. Depois a saudade de familiares e amigos que partiram, que foram para longe, que morreram. No meu coração aqueles que amo nunca morrem, apenas partem antes de mim. Saudade de frases ditas, de dias passados que nunca mais voltam, de momentos unicos que eu queria aprisionar nas minhas mãos. Saudades de um tempo feliz em que as horas decorriam calmas e o meu coração sem sobressaltos vivia momentos de amor e paz. Saudades de pequenas brigas, que no momento me pareciam enormes, mas que depois se reduziam a nada, no meio do calor de um sorriso, de uma palavra carinhosa. Saudades de amigos que há anos que não vejo, saudades daqueles que vejo todos os dias, mas que já não são o que eram. Saudades de pessoas que a vida transformou e que não reconheço mais. Saudades das lágrimas choradas, quando as derramava convicto de que todo o sofrimento cessaria um dia, num abraço apertado, num sorriso de ternura. Saudade das horas passadas numa comunhão unica, incrível, que nunca conheci com ninguém mais. Saudades do tempo em que longe de tudo, eu vivia tranquilo, ignorando o som da tua voz, o cambiente do teu riso e o agri-doce da tua alma. Saudade dos momentos de ternura, das confidências trocadas, de te sentir tão próxima, de quase te tocar. Saudade das palavras ditas por ti, que encontravam um eco enorme no meu coração. Saudades das horas passadas em brincadeiras, risos e conversas futeis que me arrancavam gargalhadas. A saudade não nasce só da separação. A pior de todas as saudades é sentir saudade de quem ainda está presente. Chego a ter saudades de sentir saudade!!!

Sem comentários:

imagem