sexta-feira

Espaço para sonhar


Quase sempre nos sentimos amarrados à nossa realidade. Temos obrigações inadiáveis, emprego, filhos, horários, compromissos. A nossa vida começa a ser regida por uma rotina contínua que nos vai escravizando e que pouco lugar deixa para o sonho. Claro que mesmo assim permitimo-nos sonhar, mas muitas vezes até os nossos sonhos são a continuação da nossa realidade. Sonhamos que o filho passe de ano na escola ou entre na faculdade. Sonhamos ter um emprego melhor ou mais bem remunerado. Sonhamos fazer uma viagem de e quase sempre a realidade nos impões que ela fique apenas e só no dominio de sonho. Sonhamos com o carro topo de gama que vimos na capa de uma revista da especialidade na banca dos jornais. Sonhamos com a mulher linda e loira, que nada tem de burra e faz um anuncio na tv. Estes são os tipos de sonhos mais comuns. Depois há os idealistas que sonham com um mundo melhor, que sonham ajudar o próximo. Os artistas que sonham com a mestria com que manejam os seus instrumentos criadores. E existem sonhadores que ousam fazer do sonho a sua bandeira de luta, seja esse sonho qual for. Todos nós podemos realizar os nossos sonhos se insistirmos nisso, se persistirmos e se tivermos absoluta convicção de que o desejamos pode estar ao nosso alcance. Perante um sonho nunca devemos baixar a cabeça e desistir de lutar. Os sonhos existem para serem perseguidos, alcançados e conquistados. Claro que alguns serão sempre meramente sonhos e a bem da verdade nem seria bom se todos se realizassem. Cabe-nos a nós seleccionar o sonho mais importante, mais almejado e lutar por ele, sem desistir. Se algumas vezes tivermos que recuar, tivermos que parar e repensar, pois bem que assim seja. Mas que essas pausas nos fortaleçam e nos façam chegar à concretização desejada. A cada sonho conquistado, a cada batalha ganha, devemos respirar fundo e sentirmo-nos orgulhosos de mais essa vitória. E por cada sonho realizado, outro surgirá e deverá receber de nós igual empenho. Todos nós somos do tamanho dos sonhos que temos, e cabe-nos crescer sempre mais

Sem comentários:

imagem